Complexidade, conhecimento e sociedade em rede

Novo portal: http://egov.ufsc.br/portal/

terça-feira, 4 de maio de 2010

Cap. I - Habitar Humano: Resumo: Era Psíquica Matrística

O termo matrístico é usado intencionalmente para referir uma cultura na qual homens e mulheres podem participar de um modo de vida centrado na cooperação não hierárquica, uma relação de participação e confiança.
A psique matrística é baseada na intimidade cotidiana do amar espontâneo, incondicional entre os seres.Assim, o seu campo de surgimento é o viver espontâneo entre indivíduos, dentro de uma troca, com ligação total com a mãe natureza, considerado o cosmos vivencial. Sua conservação / realização e no conviver, sem justificação, sem as cobranças terrenas existentes, onde o ser não se sobrepõe a outro, indiferente a questão gênero, pois as relações são baseadas no amar, e com isto a participação homem/mulher é igualitária na concepção do fazer.
Com a perda deste amar espontâneo, natural, dá-se o surgimento de sentimentos da desconfiança do mundo e suas formas de controles, surgindo assim a Era do Apoderamento.

MATURANA, Humberto Romesín. YÁÑEZ, Ximena Dávila. Habitar Humano em seis ensaios de biologia-cultural. Trad. Edson Araújo Cabral. São Paulo: Palas Athena, 2009. p.1-54

Nenhum comentário:

Postar um comentário